César Troncoso: “Devo muito ao festival de Gramado”

César Troncoso: “Devo muito ao festival de Gramado”

O ator uruguaio César Troncoso não esperava vir a Gramado em 2016. Figura carimbada do festival de cinema, estava envolvido com outros trabalhos em Montevidéu, onde vive, quando foi convocado pelos diretores de “Las Toninas van al Este” para subir a serra com uma nova cópia da película.

“Parece até que eu estraguei de propósito o filme só para poder trazer a cópia boa comigo”, brincou em sua chegada, na manhã desta quinta-feira, 1º de setembro.

A relação do ator com o Festival de Cinema de Gramado é das mais relevantes. Troncoso levou para casa o Kikito de Melhor Ator em duas ocasiões: 2013, por sua interpretação em “A Oeste do fim do Mundo”, e em 2007 por “El baño del Papa” – trabalho este que foi responsável por catapultá-lo ao estrelato no Brasil.

“Devo muito ao Festival de Cinema de Gramado. Se não fosse por este evento, eu não estaria trabalhando no Brasil”, acredita.

Desde que conquistou esse reconhecimento, em 2007, o ator participou de inúmeros filmes dirigidos por brasileiros – como o próprio “A Oeste do fim do Mundo”, de Paulo Nascimento. Na edição de 2015, o ator participou da produção gaúcha eleita Melhor Filme de Curta-metragem, “O Corpo”, de Lucas Cassales.

Neste meio tempo ele fez até novela da TV Globo.

Na 44ª edição do Festival de Cinema, Troncoso aparece em dois filmes da mostra competitiva: o uruguaio “Las Toninas van al Este”, que será exibido nesta quinta, depois de ter sua projeção cancelada por problemas na conversão dos arquivos, e em “Elis”, onde interpreta o empresário argentino Marcos Lázaro, que ajudou Elis no início da carreira.

“Foi lindo fazer esse filme”, admite.

Quanto a “Las Toninas” – que César verá montado pela primeira vez no Palácio dos Festivais – ele antecipa uma história “agridoce”. “Tem muito essa estética uruguaia que podemos chamar de comédia dramática, de um pai e sua filha”, completa.

Ministério da Cultura e Secretaria de Estado da Cultura apresentam o 44º Festival de Cinema de Gramado. Patrocínio: BNDES, Stella Artois e Petrobras, e copatrocínio do Banrisul - Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Todos pelo Rio Grande. Apoio especial: Sundance Channel e Snowland. Apoio: Caracol Chocolates, Stemac, Lojas Pompéia, More Bass, G2 Net Sul, CiaRio, O2 Produções, Canal Brasil, Revista de Cinema, RBSTV, CVC, FreeCharge e Savarauto. Apoio institucional: Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, Fundacine, ACCIRS, IECINE, APTC e SIAV, TVE e FM Cultura. Agência Oficial: BusTour. Ingressos: Imply. Direção Artística: Histórias Incríveis. Agente Cultural: AM Produções. Promoção: Prefeitura de Gramado. Financiamento: Pró-Cultura RS, Secretaria de Estado da Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul. Realização: Gramadotur, Ministério da Cultura, Governo Federal.

Foto: Edison Vara/Agência PressPhoto

Outras Notícias: