O Roubo da Taça (SP)

O Roubo da Taça (SP)

DIREÇÃO: Caíto Ortiz / 85’

No dia 19 de dezembro de 1983, o sonho foi roubado. A taça mais cobiçada de todos os tempos, a Taça Jules Rimet, desapareceu da sede da CBF no Rio de Janeiro. Criada em 1929 pelo então presidente da FIFA, o francês Jules Rimet, ela era o símbolo da soberania no futebol mundial. Ao campeão cabia a honra de ficar com o troféu até a Copa seguinte. Porém, o país que ganhasse por três vezes a Copa do Mundo ficaria com ela para sempre. Nós todos sabemos que esse privilégio ficou com o Brasil, ao vencermos pela terceira vez em 1970. Só que neste caso, “para sempre” durou só 13 anos, graças à ideia absurda de um corretor de seguros e um bandido pé-de-chinelo, que roubaram a taça para pagar uma dívida de jogo. Entre esquemas de pirâmides, jogatinas clandestinas e muitas reviravoltas "O Roubo da Taça" conta os detalhes dessa história... Afinal, o que realmente aconteceu naquele verão carioca?

Ficha Técnica

Empresa Produtora: Prodigo Films

Roteiro: Lusa Silvestre e Caíto Ortiz

Produção Executiva: Francesco Civita, Beto Gauss e Camila Groch

Elenco: Paulo Tiefenthaler, Taís Araújo, Danilo Grangheia, Milhem Cortaz, Stepan Nercessian, Fabio Marcoff, Mr. Catra

Direção Fotografia: Ralph Strelow

Direção de Arte: Fábio Goldfarb

Trilha Sonora: INSTITUTO, Duani e Thiago França

Montagem: Marcelo Junqueira e Federico Brione

Desenho de Som: Mariano Alvarez e Cristiano Pinheiro